1-12-06 003

David Santos

(Vila Franca de Xira, 1971) Doutorado em Arte Contemporânea pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, é historiador de arte e curador de arte moderna e contemporânea. Foi Diretor do Museu do Neo-Realismo de 2007 a 2013 e Diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado de Dezembro de 2013 a Julho de 2015. Autor de diversos estudos sobre arte publicados em catálogos e volumes coletivos, publicou ainda “Marcel Duchamp e o readymade – Une Sorte de Rendez-vous” (Assírio & Alvim, 2007) e “A Reinvenção do Real – Curadoria e Arte Contemporânea no Museu do Neo-Realismo”, (Documenta, 2014). Foi distinguido em 2015 com o Prémio de Crítica e Ensaística de Arte e Arquitetura – AICA/Fundação Carmona e Costa. Foi também docente convidado do ensino superior na Escola da Artes da Universidade Católica Portuguesa (2001-2004, Porto), na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2015), e professor assistente na Escola Superior de Design do IADE, entre 1998 e 2009. Foi crítico de arte nos semanários “Já” (1996), “O Independente” (1997-2000), e nas revistas “Arte Ibérica” (1997-2000), “Artecapital.net” (2006-2007) e “Arqa – revista de arquitectura e arte” (2000-2013). É mestre em História Política e Social (Universidade Lusófona), pós-graduado em História da Arte e licenciado em História, variante de História de Arte, (ambos pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa).
1-12-06 003

Eventos

Ciclo de Conversas Anozero — O Estado da Arte

Conversas
© Jorge Neves