Ana Bigotte

Ana Bigotte Vieira / Grupo de tradução Baldio

Ana Bigotte Vieira está a completar doutoramento em Cultura Contemporânea na Universidade NOVA de Lisboa, tendo sido Visiting Scholar na NYU/Tisch School of the Arts entre 2009 e 2012. A sua investigação incide sobre o papel performativo dos Museus de Arte Moderna, centrando-se nas transformações culturais por que Portugal passa após a entrada na União Europeia. É fundadora de  baldio | Estudos de Performance e dramaturgista em teatro e dança. Juntamente com Sandra Lang (CH), com quem co-edita a revista  Jeux Sans Frontières, tem organizado uma série de eventos discursivos e performativos em torno da relação entre arte e política. Traduz sobretudo teatro e filosofia, tendo traduzido Agamben, Lazzarato, Pirandello, entre outros.

baldio – estudos de performance é uma plataforma de Lisboa activada para ensaiar uma abordagem interdisciplinar e politicamente comprometida que junta teoria e prática nas Artes, Humanidades e Ciências Sociais, usando o campo dos Estudos de Performance tanto como ferramenta como lente analítica. Assumindo a posição semi-periférica Portuguesa e uma perspectiva pós-colonial, baldio – estudos de performance é um espaço crítico, aberto a epistemologias contra-hegemónicas e dedica-se à criação colaborativa de condições para a acção colectiva, partilhando “modos de fazer” que atravessam as Artes, Ciências Sociais e Humanidades.  

https://baldiohabitado.wordpress.com/

Eventos

Micro-Museus | Performances

Performances
LESS_LESS_THEATRE_193BW