Buhlebezwe Siwani

Buhlebezwe Siwani é uma artista cuja obra tem origem nas suas raízes culturais, especificamente como «sangoma». A artista é também uma praticante de medicina das ervas, adivinhação e aconselhamento na tradição ngúni, uma sociedade na África do Sul. O seu trabalho, que maioritariamente toma a forma de vídeo e instalação, é intuitivo, mas tem por base o interesse da artista pelo silêncio da performance, a exploração do corpo feminino, a memória e a relação com o espaço. As suas performances, pontuadas por sentimentos de nostalgia e purificação incorpórea, visam explorar a sua história pessoal no que diz respeito à natureza como mediadora espiritual. Siwani ambiciona que as suas obras sejam emocionalmente disponíveis ao público, colocando-se o mais próximo possível do observador, que pode assim relacionar-se com as metáforas que a artista procura transmitir através dessa linguagem universal, própria do corpo humano. No vídeo que mostra em Coimbra, Mhlekazi, vemos a artista, com o seu corpo negro pintado de tinta branca, a entrar em silêncio, de modo lento e determinado, para um rio, até desaparecer.

Mhlekazi, 2015 Projeção vídeo HD, sem som, 2’35’’ (loop). Fotografia de Jorge das Neves

Mhlekazi, 2015
Projeção vídeo HD, sem som, 2’35’’ (loop).
Fotografia de Jorge das Neves